METODOLOGIA
Métodos, Técnicas e Ferramentas

Métodos - Qualitativo e Quantitativo


Os métodos qualitativo e quantitativo podem ser utilizados de maneira complementar para a realização de uma pesquisa e de forma alguma são excludentes entre si.
A pesquisa qualitativa é ideal quando não se conhece profundamente o público a ser pesquisado, quando o assunto é novo ou inexplorado. Pelo seu caráter exploratório, o método qualitativo testa diferentes argumentos, linguagens, formas de abordagem. Na pesquisa qualitativa se lida com o aspecto subjetivo, atingindo-se motivações não explícitas ou mesmo inconscientes. Nos relatórios qualitativos não há quantificação dos resultados.
A pesquisa quantitativa está baseada na padronização através de questionário estruturado, que juntamente com o número de entrevistas realizadas permite a projeção/generalização do resultado para o universo. Possibilita testar a relação entre variáveis e testar hipóteses de forma inequívoca, fornecendo resultados concretos e estatisticamente representativos do universo pesquisado.

Técnicas - Qualitativas e Quantitativas


Algumas técnicas que podem ser utilizadas em pesquisas qualitativas são entrevistas em profundidade, focus group e cliente oculto, enquanto as quantitativas podem ser realizadas por meio de técnicas face to face e Cati.

ENTREVISTAS EM PROFUNDIDADE

A entrevista em profundidade é uma técnica qualitativa que permite explorar um ou mais temas com bastante abrangência e profundidade, como o próprio nome já diz. Essa técnica utiliza um roteiro de entrevista pré-elaborado que é estruturado de forma aberta, podendo o entrevistador adaptá-lo no andamento da entrevista, de acordo com a sua experiência para perceber as necessidades emergidas no decorrer do diálogo estabelecido com o entrevistado. Por seu caráter exploratório esse tipo de entrevista se adapta a qualquer investigação, especialmente para temas mais sensíveis ou nos quais exista pouco conhecimento sobre os mesmos.

FOCUS GROUP

Focus group é uma técnica qualitativa que é útil para conhecer as opiniões, anseios, expectativas, comportamentos e experiências dos consumidores ou um determinado grupo de pessoas. Por meio do Focus Group pode-se investigar os mercados ou públicos-alvo e avaliar a reação deste a uma determinada situação específica. Pode ser útil para avaliar a opinião sobre lançamento de novos produtos, marca, imagem, definição/alteração da identidade corporativa, testes de conceito e campanhas, motivações de consumo, entre muitas outras atividades.

CLIENTE OCULTO (Mistery Shopper)

O cliente oculto é uma técnica que tem por objetivo avaliar a qualidade e desempenho do serviço prestado nos pontos e equipes de vendas. Após a visita, o cliente oculto preenche uma ficha de avaliação com um conjunto de questões previamente definidas. As pesquisas baseadas nesta técnica podem ser utilizadas em diversas situações, sendo muito efetivas quando a proposta é saber o grau de satisfação dos consumidores a respeito da visita a uma loja específica e compra de produtos, sobre os padrões da empresa (expositores, abordagem do funcionário, limpeza, arrumação, entre outros quesitos) e sobre o que os consumidores pensam acerca da qualidade global dos produtos e serviços oferecidos.

FACE A FACE

Face to face é uma técnica de pesquisa direta e quantitativa, que utiliza como ferramenta o questionário estruturado. É realizada por entrevista "cara a cara" junto ao entrevistado. Dependendo do seu objetivo pode ser realizada em um local específico como um ambiente de trabalho, um local de fluxo de pessoas, bairro, cidade, estado ou país, com o objetivo de ouvir e captar a opinião de um número pré-definido de pessoas de acordo com cálculo e distribuição amostral. CATI (Computer Assisted Telephone Interviewing) Cati é uma técnica quantitativa que utiliza coleta de dados por meio de contato telefônico e assistência de computador. Consiste em entrevistar, por esta via, uma amostra e efetuar uma série de questões previamente testadas e estabelecidas. É uma técnica que permite o acompanhamento simultâneo do processo de campo e correções em relação a aplicação dos questionários.

Ferramentas

O objetivo de toda e qualquer pesquisa é a descoberta de informações relevantes, que sirvam de base para o planejamento de ações mais assertivas no contexto pesquisado, a fim de atender necessidades e minimizar desgastes, desperdícios, sofrimentos. Nesse sentido, para que as informações se transformem em conhecimento e cumpram com o objetivo da pesquisa, se faz necessário a utilização de softwares e programas de análise específicos. Essas ferramentas, próprias dos Institutos de Pesquisa, fazem correlações inteligentes dos dados e geram resultados significativamente profundos e abrangentes, com uma certeza matemática que só é possível quando se utiliza as ferramentas adequadas.